segunda-feira, 14 de agosto de 2017

Lição 8 Depressão, um mal do nosso tempo



Lição 8 Depressão, um mal do nosso tempo
20/08/2017

Texto do dia.
(Sl 46.1)
"Deus é o nosso refúgio e fortaleza, socorro bem-presente na angústia."


Síntese.
A depressão é uma doença que aflige os crentes e não crentes. Já foi considerada o mal do século.  

Agenda de leitura
Segunda - Sl 44.25
O abatimento da alma
Terça - Mt 11.28
O convite de Jesus aos cansados e oprimidos
Quarta - Sl 91.1
Deus, nosso refúgio em meio à dor
Quinta - Jó 3.3
O desprezo pela vida em meio ao sofrimento
Sexta - Jó 19.25,26
A confiança em Deus em meio à dor
Sábado - Sl 125.1
A confiança em Deus

Objetivos
MOSTRAR  o que é a depressão, seus sintomas e tratamento;
EXPLICAR a respeito da psicoterapia aplicada por Deus por ocasião da depressão do profeta Elias;
APRESENTAR alguns cuidados que nos ajudam evitar a depressão.

Interação
Professor, um dos objetivos da próxima lição diz respeito à análise da influência do hedonismo na atualidade. Você pode propor que os alunos se reúnam para fazer um debate na residência de um deles, durante a semana ou no sábado, dividindo a classe em dois grupos, quando analisarão a cosmovisão hedonista nos movimentos sociais, na mídia, filmes, nas políticas públicas, etc. Se possível, promova um lanche nessa programação. Lembre-se, caro docente, que nas escolas e universidades o assunto hedonismo geralmente não é chamado assim, mas aparece com outros nomes "politicamente corretos"; por isso, é imprescindível sua participação nessa atividade, a fim de esclarecer os contornos dessa filosofia perniciosa.                

Orientação Pedagógica
Professor, para iniciar a lição pergunte aos alunos se eles já ouviram a seguinte expressão: "Estou morrendo de tristeza." De fato, há tristeza que pode levar à morte! Isso é muito sério. O nome dessa profunda tristeza duradoura é depressão. A revista Veja informou que mais da metade das pessoas que cometeram suicídio sofriam de depressão. Depois, distribua caneta e papel e, com base na notícia publicada, peça que anotem, em três minutos, algumas causas dessa doença emocional tão grave. Em seguida, ouça os alunos sobre o que eles acham necessário para evitar ou se livrar da depressão. Essa interação propiciará uma ministração mais adequada, sabendo os pontos de vista dos alunos.

Texto bíblico
1 Reis 19.1-11

1 E Acabe fez saber a Jezabel tudo quanto Elias havia feito e como totalmente matara todos os profetas à espada.
2 Então, Jezabel mandou um mensageiro a Elias, a dizer-lhe: Assim me façam os deuses e outro tanto, se decerto amanhã a estas horas não puser a tua vida como a de um deles.
3 O que vendo ele, se levantou, e, para escapar com vida, se foi, e veio a Berseba, que é de Judá, e deixou ali o seu moço.
4 E ele se foi ao deserto, caminho de um dia, e veio, e se assentou debaixo de um zimbro; e pediu em seu ânimo a morte e disse: Já basta, ó SENHOR; toma agora a minha vida, pois não sou melhor do que meus pais.
5 E deitou-se e dormiu debaixo de um zimbro; e eis que, então, um anjo o tocou e lhe disse: Levanta-te e come.
6 E olhou, e eis que à sua cabeceira estava um pão cozido sobre as brasas e uma botija de água; e comeu, e bebeu, e tornou a deitar-se.
7 E o anjo do SENHOR tornou segunda vez, e o tocou, e disse: Levanta-te e come, porque mui comprido te será o caminho.
8 Levantou-se, pois, e comeu, e bebeu, e, com a força daquela comida, caminhou quarenta dias e quarenta noites até Horebe, o monte de Deus.
9 E ali entrou numa caverna e passou ali a noite; e eis que a palavra do SENHOR veio a ele e lhe disse: Que fazes aqui, Elias?
10 E ele disse: Tenho sido muito zeloso pelo SENHOR, Deus dos Exércitos, porque os filhos de Israel deixaram o teu concerto, derribaram os teus altares e mataram os teus profetas à espada; e eu fiquei só, e buscam a minha vida para ma tirarem.
11 E ele lhe disse: Sai para fora e põe-te neste monte perante a face do SENHOR. E eis que passava o SENHOR, como também um grande e forte vento, que fendia os montes e quebrava as penhas diante da face do SENHOR; porém o SENHOR não estava no vento; e, depois do vento, um terremoto; também o SENHOR não estava no terremoto;



COMENTÁRIO

INTRODUÇÃO
Nesta lição estudaremos a respeito da depressão, uma doença que tem assolado crentes e não crentes. Embora na atualidade, os casos de depressão tenham aumentado de forma alarmante, esta não é uma doença da modernidade, pois na Palavra de Deus já encontramos alguns homens que, embora fossem fiéis ao Senhor, tiveram de lutar contra essa enfermidade, como por exemplo, Elias e Davi.

I - A DOR INVISÍVEL

1. O que é a depressão? Depressão é uma dor aparentemente invisível e intensa que atinge a nossa alma. Segundo a psicóloga Sônia Pires Ramos, "popularmente, a depressão é uma palavra utilizada para explicar desde o mau humor até a dor pela perda de um ente querido".  Então, como podemos melhor defini-la?  De acordo com um conhecido médico "é uma doença psiquiátrica, crônica e recorrente, que produz uma alteração do humor caracterizada por uma tristeza profunda, sem fim, associada a sentimentos de dor, amargura, desencanto, desesperança, baixa autoestima e culpa, assim como distúrbios do sono e do apetite."

2. Alguns sintomas. Tristeza profunda, acessos de choro, irritação, insônia, perda do apetite ou compulsão alimentar são alguns dos sintomas. A depressão também afeta a autoestima, fazendo com que o doente perca o amor por si mesmo e o sentimento de mais-valia. O profeta Elias, depois de derrotar os profetas de Baal e ser ameaçado por Jezabel,  experimentou um período de dor e sofrimento na alma. Podemos ver que a autoestima dele foi afetada pela dor quando ele declarou que não era melhor que seus pais (1 Rs 19.4). A depressão não somente atinge a autoestima; ela também tira a alegria e a vontade de viver. Elias pediu a morte (1 Rs 19.4), desistindo da vida e do seu ministério.

3. Tratamento. A depressão é uma doença que precisa do acompanhamento de um médico psiquiatra e também de terapia. Às vezes é necessário também o uso de antidepressivos, mas somente o psiquiatra pode prescrever a melhor medicação. Porém, Deus tem poder para curar toda e qualquer enfermidade.

Pense
O crente pode ser acometido pela depressão?

Ponto Importante
Deus alcançou Elias no fundo de uma caverna. Ele vê e sabe a dor que enfrentamos na alma. 

II - A PSICOTERAPIA DE DEUS

1. O fortalecimento do corpo. Os sintomas da depressão são diversos e variam de acordo com cada indivíduo.  Porém a perda do apetite é um dos mais comuns e leva a pessoa ao enfraquecimento acentuado. Algumas pessoas precisam de internação para que sejam hidratadas e nutridas. A vontade de dormir também pode ser intensa, fazendo com que a pessoa passe a maior parte do tempo dormindo sem acordar para se alimentar. Por isso, no tratamento de Deus para com Elias um anjo tocou o profeta que estava dormindo e disse: "Levanta-te e come" (1 Rs 19.5). O anjo tocou Elias pela segunda vez dizendo: Levanta-te e come [...] (1 Rs 19.7). Sem a ajuda divina o profeta não teria forças para se erguer sozinho. A pessoa que sofre de depressão precisa igualmente da nossa ajuda, oração e carinho.

2. Verbalização do problema. Verbalizar aquilo que estamos sentindo é de suma importância para a cura. Por isso, o Senhor perguntou a Elias: "Que fazes aqui, Elias" (1 Rs 19.9)? Deus estava dando a oportunidade do profeta verbalizar, expressar toda a dor da sua alma.

3. Vida com propósito. Depois de tratar a alma do profeta, o Senhor fez Elias contemplar novamente o propósito do seu ministério. O Senhor disse: [...] "Vai, volta pelo teu caminho para o deserto de Damasco, vem e unge a Hazael rei sobre a Síria" (1 Rs 19.15). Depois de recuperar sua autoestima e motivação, Deus lhe outorgou uma nova missão. Elias foi curado pelo Senhor para depois prosseguir com o seu ministério.

Pense
O que levou o profeta Elias a desejar a morte? A depressão ou a falta de fé?

Ponto Importante
Depressão é uma doença que não tem nada a ver com fé.

III - O QUE PODE NOS AJUDAR A EVITAR A DEPRESSÃO

1. Conhecer a Deus. O fato de saber que o Pai nos ama e está sempre conosco nos ajuda a enfrentar as dificuldades da vida sem nos desesperarmos. Também traz alivio para a alma daqueles que já se encontram em tratamento.

2. Ler a Palavra de Deus. A Palavra de Deus penetra no íntimo do nosso ser.  Ela vai até as juntas e medulas trazendo à tona o que está em nosso íntimo.  A leitura bíblica é um bálsamo capaz de aliviar toda a dor: "Favo de mel são as palavras suaves: doces para a alma e saúde para os ossos" (Pv 16.24). Não há poço tão profundo que Deus não possa alcançar por intermédio de sua Palavra.

3. Viver em comunhão fraternal. A Igreja é como uma espécie de "comunidade terapêutica". A comunhão e o amor fraternal nos ajudam a enfrentar os momentos dificeis de abatimento e tristeza. Certa vez, Paulo afirmou que Deus consolou seu coração com a vinda de Tito  (2 Co 7.6). O coração abatido pode ser consolado por  uma amizade verdadeira.

Pense
O fato de conhecer a Deus e ter uma vida de oração pode nos livrar da depressão?

Ponto Importante
Deus pode curar a depressão, embora, às vezes, Ele faça isso por intermédio dos médicos!

SUBSÍDIO 1
"Não importa o quanto sua vida seja abençoada, se você vive neste planeta, acabará se deparando com um momento grave de dor ou sofrimento inesperado. 'Não ter sentido dor é não ter sido humano', diz um antigo provérbio judeu. Um choque maior é inevitável. Pode ser uma perda de emprego, uma doença física, um divórcio, um vício, uma traição, luto, desastre natural ou qualquer outra questão que cause sofrimento emocional. É claro, o que causa dor de partir o coração para algumas pessoas pode nem incomodar outras. Mas você pode ter certeza disto: Ninguém - nem uma única alma - é imune à dor.
Albert Einstein declarou: 'Ou sofremos na saúde ou sofremos na alma'. Alguns sofrem mais, outros sofrem menos, mas todos sofrem. Podemos expressar nossa angústia de modos diferentes, mas cada um de nós conhece a dor do sofrimento e da angústia, doença e desastre, provações e problemas. E cada um de nós sabe que são nesses momentos, quando nossos sonhos são frustrados, que precisamos da força que não estávamos cientes de ter" (PARROT,T, Les. Você é Mais Forte do que Pensa. 1.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2014, p. 14).

SUBSÍDIO 2
"[...] em geral, mesmo que não seja óbvia nem aparente, há alguma causa psicológica na raiz da depressão. Além disso, também é importante reconhecer que as pessoas têm níveis diferentes de resistência ao sofrimento.
O entendimento de como as doenças se instalam no organismo ainda é, em certo sentido, um mistério para a ciência. E, no caso da depressão, esta questão é ainda mais difícil, pois trata-se de uma doença que está no limiar entre o físico e o mental.
Deprimido significa 'pressionado para baixo', sem liberdade normal. Muitas pessoas não acreditam que um crente possa ficar deprimido, afirmando que isso é falta de fé. Todavia, a Bíblia faz menção de diversos servos de Deus que experimentaram crises de depressão Moisés, Elias, Davi, Jeremias, Paulo e outros (1 Rs 19.4 ; Sl 42.4,5; 143.3,4).
Elias impôs uma humilhante derrota aos sacerdotes de Baal, mas não recebeu nenhuma homenagem, nenhum troféu. Em vez disso, viu-se sozinho quando a rainha Jezabel decretou a sua morte. Em um curtíssimo espaço de tempo, a sensação de vitória tornou-se em amarga depressão. Elias era um fiel servo de Deus, mas isso não impediu de em certo momento achar-se profundamente deprimido (2 Co 1.3,4a)" (GABY, Wagner Tadeu dos Santos. As Doenças do Século. 1.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2013, p. 64,65).

ESTANTE DO PROFESSOR
GABY, Wagner Tadeu dos Santos. As Doenças do Século. 1.ed., Rio de Janeiro: CPAD, 2013.


CONCLUSÃO
Todos estão sujeitos ao sofrimento e as enfermidades. Somos limitados e muitas vezes não suportamos a perda de um ente querido, uma traição, a perda de bens materiais e adoecemos. Porém, temos um Deus que nos ama, que não nos abandona nos momentos difíceis e deseja nos curar.

Hora da revisão

O crente pode sofrer de depressão?
Sim. A Bíblia mostra que homens de Deus sofreram desse mal.

Segundo um  conhecido médico, como podemos definir a depressão?
"É uma doença psiquiátrica, crônica e recorrente, que produz uma alteração do humor caracterizada por uma tristeza profunda, sem fim, associada a sentimentos de dor, amargura, desencanto, desesperança, baixa autoestima e culpa, assim como a distúrbios do sono e do apetite."

Cite alguns sintomas da depressão?
Tristeza profunda, acessos de choro, irritação, insônia, perda do apetite ou compulsão alimentar são alguns dos sintomas.

Por que Elias desejou a morte?
Porque ele estava sofrendo com a depressão.

Como você pode ajudar uma pessoa que está enfrentando a depressão?
Resposta pessoal. Contudo, você poderá sugerir: orando, trazendo uma palavra de conforto, levando a pessoa ao especialista, etc.

Fonte: CPAD, Revista, Lições Bíblicas Jovens, professor, Tempo para todas as coisas – Aproveitando as oportunidades que Deus nos dá, Comentarista Reynaldo Odilo, 3º trimestre 2017.

Lição 8 A Igreja de Cristo.



Lição 8 A Igreja de Cristo.
20 de Agosto de 2017

TEXTO ÁUREO
(Mt 18.20)
"Porque onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, aí estou eu no meio deles."

VERDADE PRÁTICA
Cremos na Igreja, que é o corpo de Cristo, una, santa e universal assembleia dos fiéis remidos de todas as eras e todos os lugares.

LEITURA DIÁRIA
Segunda - Mt 16.18
Jesus Cristo é o fundador da Igreja
Terça - Hb 12.23
A Igreja é a comunidade dos remidos
Quarta - Ef 1.22,23
O Senhor Jesus Cristo é a cabeça do Corpo da Igreja
Quinta - 1 Tm 3.15
A Igreja é a Casa de Deus
Sexta - Ef 5.25-28
O relacionamento do casal é comparado ao de Cristo com a sua Igreja
Sábado - Ap 22.17
A Igreja no convite do pecador para Cristo

LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
1 Coríntios 12.12-20,25-27

12 - Porque, assim como o corpo é um e tem muitos membros, e todos os membros, sendo muitos, são um só corpo, assim é Cristo também.
13 - Pois todos nós fomos batizados em um Espírito, formando um corpo, quer judeus, quer gregos, quer servos, quer livres, e todos temos bebido de um Espírito.
14 - Porque também o corpo não é um só membro, mas muitos.
15 - Se o pé disser: Porque não sou mão, não sou do corpo; não será por isso do corpo?
16 - E, se a orelha disser: Porque não sou olho, não sou do corpo; não será por isso do corpo?
17 - Se todo o corpo fosse olho, onde estaria o ouvido? Se todo fosse ouvido, onde estaria o olfato?
18 - Mas, agora, Deus colocou os membros no corpo, cada um deles como quis.
19 - E, se todos fossem um só membro, onde estaria o corpo?
20 - Agora, pois, há muitos membros, mas um corpo.
25 - para que não haja divisão no corpo, mas, antes, tenham os membros igual cuidado uns dos outros.
26 - De maneira que, se um membro padece, todos os membros padecem com ele; e, se um membro é honrado, todos os membros se regozijam com ele.
27 - Ora, vós sois o corpo de Cristo e seus membros em particular.

OBJETIVO GERAL
Mostrar a Igreja como corpo de Cristo e os elementos que a identificam.

HINOS SUGERIDOS: 268, 302, 477 da Harpa Cristã

OBJETIVOS ESPECÍFICOS
Abaixo, os objetivos específicos referem-se ao que o professor deve atingir em cada tópico. Por exemplo, o objetivo I refere-se ao tópico I com os seus respectivos subtópicos.

Apresentar o significado da palavra "igreja" e os seus desdobramentos;
Explicar os elementos que identificam a Igreja;
Conscientizar os crentes de que eles são membros do corpo de Cristo.

INTERAGINDO COM O PROFESSOR
Caro professor, é de suma importância para o aluno ter uma compreensão bíblica e teológica a respeito da natureza da Igreja de Cristo. Hoje, há algumas ideias equivocadas quanto algumas instituições que se chamam "igrejas". Muitos confundem a Igreja de Cristo com tais instituições. Um dos objetivos da lição desta semana é exatamente esclarecer essa questão. O que é a Igreja de Cristo? Qual a diferença entre a sua natureza visível e a sua natureza invisível? Qual o papel do membro dentro do Corpo de Cristo?
São algumas questões que devem nortear a aula desta semana. O nosso desejo é que a sua classe compreenda melhor o maravilhoso privilégio de pertencer ao Corpo de Cristo, a Igreja do Senhor.

COMENTÁRIO

INTRODUÇÃO
A descida do Espírito Santo no dia de Pentecostes marcou o início da jornada da Igreja, e vemos o seu final glorioso no epílogo da história humana, em Apocalipse. Todos nós fazemos parte dessa história. O presente estudo pretende descrever a Igreja como corpo de Cristo, o que isso significa e quais são os elementos que identificam uma igreja.

PONTO CENTRAL
A Igreja é o Corpo de Cristo.

I - A COMUNIDADE DOS FIÉIS

1. Etimologia. O termo grego para "igreja" é ekklesía, literalmente, "chamado para fora", do verbo grego ekkaleo, "chamar, convocar", que não aparece no Novo Testamento grego e só ocorre duas vezes na Septuaginta: "e chamaram Ló" (Gn 19.5) e "chamarás pacificamente" (Dt 20.10, LXX). O substantivo ekklesía aparece 115 vezes no Novo Testamento, das quais em apenas cinco não é traduzido por "igreja": em Atos 19.32, 39 e 41, a ideia é de "ajuntamento" ou "assembleia", como aparece na ARA; e nas outras duas ocorrências o termo se refere à congregação de Israel (At 7.38; Hb 2.12).

2. A assembleia dos cidadãos. A Septuaginta emprega o mesmo termo ekklesía para traduzir o hebraico qahal, "assembleia, multidão humana reunida", em referência à congregação de Israel (Dt 23.2; 31.30; 2 Cr 6.3), e para verter mais quatro palavras menos frequentes no Antigo Testamento. Esse era o mesmo vocábulo para a assembleia dos cidadãos em Atenas. Mas o termo aparece no Novo Testamento com um significado glorioso: "Assim que já não sois estrangeiros, nem forasteiros, mas concidadãos dos Santos e da família de Deus" (Ef 2.19) e "universal assembleia e igreja dos primogênitos" (Hb 12.23). Essas palavras expressam um tom de uma celebração jubilosa, de uma reunião festiva com todos os remidos como cidadãos da comunidade celestial (Ap 5.11-13).

3. O significado da expressão "Santa Igreja Católica". Essas palavras aparecem nos principais credos da antiguidade cristã. O termo katholikós, "universal, geral", significa literalmente "de acordo com o todo", pois é substantivo composto por katá e de holos. A preposição grega katá significa "de cima para baixo, contra, ao longo de, conforme, de acordo, segundo", e a palavra holos quer dizer "todo, inteiro, completo". Foi Inácio, bispo de Antioquia (70-110), que empregou o termo para designar a igreja com o sentido de "geral, universal". Mas o significado exato do termo se perdeu com o tempo.

SÍNTESE DO TÓPICO I
A palavra "igreja" remonta à comunidade dos fiéis reunida em nome do Senhor Jesus.

SUBSÍDIO DIDÁTICO I
O primeiro tópico é um pouco técnico. Mas é importante conhecer o sentido etimológico do termo "igreja". O comentarista mostra que ekklesia é uma palavra grega que significa um grupo de pessoas "chamado para fora" e a interliga com o termo hebraico qahal, "assembleia, multidão humana reunida", no contexto do Antigo Testamento.

CONHEÇA MAIS
*Igreja
"Origem da Palavra
"No Novo Testamento, a palavra 'igreja' é uma tradução da palavra grega ekklesia, que nunca se refere a um lugar de adoração, mas tem em vista uma reunião de pessoas. Na maioria esmagadora dos casos, ekklesia indica uma associação local de crentes". Para conhecer mais, leia Dicionário Bíblico Wycliffe, CPAD, p.949.

II - ELEMENTOS QUE IDENTIFICAM UMA IGREJA

1. Afinal, o que é Igreja? É toda congregação ou assembleia que se reúne em torno do nome de Jesus Cristo como Senhor e Salvador, professando sua fé nEle publicamente e de forma diversificada, aberta a todas as pessoas, a qual inclui o batismo e a Ceia do Senhor (nas reuniões específicas). Trata-se da igreja no sentido completo da palavra. Como Jesus mesmo prometeu, Ele está presente na igreja por meio do Espírito Santo até a consumação dos séculos (Mt 18.20; 28.20).

2. As ordenanças. São duas as ordenanças da Igreja dadas por ordem específica do Senhor Jesus. A primeira é o batismo em águas: "Portanto, ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo" (Mt 28.19). A segunda é a Ceia do Senhor: "fazei isso em memória de mim" (Lc 22.19). O batismo em águas é o rito que simboliza a nossa união com Cristo e é a nossa confissão pública de fé em Jesus (Rm 6.4). Como se nasce apenas uma vez, da mesma forma o batismo acontece uma só vez (Ef 4.5). Já a Ceia do Senhor é o rito da comunhão e significa a continuação da vida espiritual (1 Co 10.16). O crente em Jesus precisa estar em comunhão com a Igreja para participar da Ceia do Senhor. Isso por si mostra a impossibilidade de alguém querer ser crente sem se tornar membro da Igreja.

3. A adoração. Os crentes em Jesus se reúnem para a adoração pública e coletiva. Os dois principais verbos gregos para "adorar", no Novo Testamento, são proskyneo, que significa "adorar, render homenagem", no sentido de prostrar-se (Ap 19.10), e latreuo, que significa "servir" a Deus (Ap 22.3). À luz da Bíblia, podemos definir adoração como serviço sagrado, culto ou reverência a Deus por suas obras (Sl 92.1-5) e por aquilo que Deus é (Sl 100.1-4). Não há diferença entre "servir" e "adorar" nem entre "prostrar-se" e "adorar". Os principais elementos de um culto são: oração, louvor, leitura bíblica, pregação ou testemunho, oferta e manifestação dos dons do Espírito Santo (1 Co 14.26).

4. A família de Deus. Não devemos confundir igreja com templo; a casa de Deus é outra coisa. Há passagens no Novo Testamento em que o termo "casa" parece se referir à igreja: "para que saibas como convém andar na casa de Deus, que é a igreja do Deus vivo" (1 Tm 3.15); "vós também, como pedras vivas, sois edificados casa espiritual e sacerdócio santo" (1 Pe 2.5); "já é tempo que comece o julgamento pela casa de Deus" (1 Pe 4.17). O termo "casa" também é utilizado na Bíblia metaforicamente para designar "família" (Js 24.15; At 16.31). A Igreja é citada como a família de Deus (Ef 2.19) e o templo espiritual de Deus (1 Co 3.16; Ef 2.22). É por isso que chamamos de irmãos aqueles que se convertem ao Senhor Jesus.

SÍNTESE DO TÓPICO II
As ordenanças (batismo e ceia), a adoração e a reunião de pessoas são elementos que identificam a Igreja.

SUBSÍDIO TEOLÓGICO II
"Precisamos nos identificar primeiro com o Senhor Jesus Cristo, parecer com Ele no amor, no trato com as pessoas, nas estratégias de trabalho, no aproveitamento das oportunidades, no uso de autoridade para libertar os oprimidos e na compaixão pelas pessoas. Enfim, identificar-se com Cristo é ser parecido com Ele no projeto de transformar o mundo [...]. Precisamos também de identificação entre nós mesmos, ou seja, precisamos entender e praticar o que é ser Igreja. Não me refiro a uma comunidade com estatuto e CGC, endereço e liderança, que faz o que quer, como quer e quando quer. Uma comunidade burocrática e fria, cheia de deveres e direitos, sem vida nem poder. Igreja não é um lugar onde uma multidão ali chega triste e sai vazia, nem tampouco um meio através do qual se possa ganhar dinheiro, explorando-se a boa fé alheia. Igreja não é uma facção dividida por um grupo de radicais e outro de liberais, onde só há confronto e não há vida. Igreja não é lugar de promessas mirabolantes, mas um lugar de vida onde Jesus se manifesta, onde há sinceridade, onde acontecem maravilhas, onde o amor tem liberdade de atuar, onde há comunhão e onde há poder" (FERREIRA, Israel Alves. Igreja Lugar de Soluções: Como recuperar os enfermos espirituais. 1.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 2001, pp.12-13).

III - O CORPO DE CRISTO

1. O corpo e seus membros. A Igreja é o corpo místico de Cristo (Ef 1.22,23). O apóstolo Paulo chama a atenção para um detalhe importante: "o corpo é um e tem muitos membros, e todos os membros, sendo muitos, são um só corpo" (1 Co 12.12). Mas ele não relaciona o tema unidade e diversidade do corpo e seus membros com a Igreja, o que era de se esperar, mas diz o seguinte: "assim é Cristo também". Longe de confundir Cristo com a Igreja, pois Jesus é transcendente (Cl 1.16,17), o que Paulo nos ensina é que pertencemos a Cristo e por Ele somos membros do seu corpo (1 Co 12.27).

2. A morada de Deus. Quando Saulo de Tarso se encontrou com Jesus no caminho de Damasco, ele ouviu a voz que dizia: "Saulo, Saulo, por que me persegues?" (At 9.4). Saulo perseguia os discípulos de Jesus, mas o Senhor se identificou com eles. Ao apóstolo foi revelado que a Igreja é o corpo espiritual de Cristo, sendo o Senhor mesmo a cabeça (Ef 1.22,23; Cl 1.18), e seus membros são o templo de Deus, a habitação do Espírito Santo (1 Co 3.16); em outras palavras, a morada de Deus no Espírito (Ef 2.22). O tabernáculo e o Templo de Jerusalém representavam a presença de Deus (Êx 40.34; 2 Cr 7.2,16). O salmista diz: "SENHOR, eu tenho amado a habitação da tua casa e o lugar onde permanece a tua glória" (Sl 26.8). Não existe mais o Templo de Jerusalém, mas Deus habita no cristão individual (Jo 14.23; 1 Co 6.19).

3. Os membros do corpo. A tradução "por um só Espírito" (1 Co 12.13), como aparece na Almeida Século 21, e expressões correlatas na NTLH, e na NVI (que tem esta nota: "Ou com; ou ainda por"), não significa o mesmo que "em um só Espírito". As duas versões são gramaticalmente legítimas (Lc 2.27; 1 Co 12.3; Ef 3.5). Ser batizado "por um só Espírito" quer dizer que é o Espírito quem batiza; isso indica a iniciação dos crentes no corpo de Cristo e não se refere ao batismo do dia de Pentecostes. Essa posição é defendida também por Stanley M. Horton. Não há distinção de pessoas, raça ou status social na Igreja. O apóstolo explica: "formando um corpo, quer judeus, quer gregos, quer servos, quer livres, e todos temos bebido de um Espírito" (1 Co 12.13b). A ilustração do corpo humano com a Igreja nos versículos seguintes, além de mostrar a unidade na diversidade, ensina também que precisamos uns dos outros (1 Co 12.21) e que, igualmente, diferimos entre si (1 Co 12.18) e que precisamos cuidar uns dos outros (1 Co 12.25). Isso é Igreja.

SÍNTESE DO TÓPICO III
A Igreja é o corpo de Cristo na terra, a morada do Deus Altíssimo.

SUBSÍDIO TEOLÓGICO III
"A fim de enfatizar e visualizar a relação viva dos crentes com o Cristo, a Bíblia o apresenta como o 'cabeça' da Igreja, e a Igreja como seu 'corpo' (1 Co 12.27; Ef 1.22,23; Cl 1.18). Há várias razões para esta analogia. A igreja é a manifestação física - visível - de Cristo no mundo, a fazer seu trabalho, tal como chamar os pecadores ao arrependimento, proclamando a verdade de Deus às nações e preparando-se para as eras vindouras. A Igreja também é um corpo, composta de um arranjo complexo de diversas partes, cada qual discreta, cada qual recebendo do Cabeça, cada qual com seus próprios dons e ministérios, contudo, todos necessários à obra de Deus por vir (Rm 12.4-8; 1 Co 6.15; 10.16,17; 12.12-27; Ef 4.15,16). (MENZIES, William W.; HORTON, Stanley M. Doutrinas Bíblicas: Os Fundamentos da Nossa Fé. 1.ed. Rio de Janeiro: CPAD, 1995, pp.134-35).

CONCLUSÃO

Diante do exposto, concluímos que Deus estabeleceu a sua morada, primeiramente no tabernáculo e depois no Templo, ambos consagrados a Ele, e que da mesma forma o Espírito Santo também estabeleceu a sua habitação no corpo do cristão individual. Entre gentios e judeus, o Senhor Jesus formou um novo povo (1 Co 10.32), de modo que o gentio deixa de ser gentio quando se converte ao evangelho de Jesus Cristo (1 Co 12.2; Ef  2.11). A missão principal da igreja é adorar a Deus e propagar o evangelho a todas as nações da terra (Mt 28.19,20).

PARA REFLETIR
A respeito da Igreja de Cristo, responda:

O que significa literalmente a palavra grega ekklesía, "igreja"?
O termo grego para "igreja" é ekklesía, literalmente, "chamado para fora", do verbo grego ekkaleo "chamar, convocar".

Qual o tom da "universal assembleia e igreja dos primogênitos"?
Essas palavras expressam um tom de uma celebração jubilosa, de uma reunião festiva com todos os remidos como cidadãos da comunidade celestial (Ap 5.11-13).

Quais as ordenanças da Igreja?
As ordenanças da Igreja são duas, a primeira é o batismo em águas e a segunda é a Ceia do Senhor.

O que significa "casa de Deus" em relação à Igreja?
Há passagens no Novo Testamento em que o termo "casa" parece se referir à igreja. O termo "casa" também é utilizado na Bíblia metaforicamente para designar "família" (Js 24.15; At 16.31). A Igreja é citada como a família de Deus (Ef 2.19) e o templo espiritual de Deus (1 Co 3.16; Ef 2.22). É por isso que chamamos de irmãos aqueles que se convertem ao Senhor Jesus.

O que significa "batizado pelo Espírito" (1 Co 12.13)?
Ser batizado "por um só Espírito" quer dizer que é o Espírito quem batiza; isso indica a iniciação dos crentes no corpo de Cristo e não se refere ao batismo do dia de Pentecostes.


CONSULTE
Revista Ensinador Cristão - CPAD, nº 71, p40.
Você encontrará mais subsídios para enriquecer a lição. São artigos que buscam expandir certos assuntos.

Fonte: CPAD, Revista, Lições Bíblicas Adultos, professor, A Razão da nossa Fé – Assim cremos, assim vivemos, Comentarista Esequias Soares, 3º trimestre 2017.